quarta-feira, outubro 06, 2010

No Caminho da Dança, cap. XII

Na manhã seguinte Lizzy acordou cedo e animada para a aula. Chegou na academia, guardou suas coisas no armário e foi correndo encontrar com Isabel, que já a esperava na sala.

Ficaram conversando por alguns minutos, quando a professora Maila adentrou a sala, sendo seguida por uma nova aluna. Isabel logo a reconheceu como sendo Caroline Bingley.

Caroline estava usando um top branco que deixava toda a sua barriga seca, e para desgosto de Lizzy, definida a mostra.

- É lipoaspiração.

Isabel sussurrou para que só Lizzy ouvisse. Esta teve que abafar o riso com a mão e forçou-se a voltar com um semblante natural e receber a nova aluna.

Caroline também usava uma calça de malha. Ela andou até os bancos com a postura empinada e deixou sua bolsa afastada das demais. Sorriu desdenhosa para as novas companheiras e dirigiu-se para o centro.

Lizzy riu do modo afetado que ela se portava e começou a se alongar com a ajuda de Isabel. Maila logo ligou a música e passou uma seqüência de saltos como exercício.

Formaram uma pequena fila e aos poucos as meninas foram realizando os saltos. Lizzy observou, Caroline via tudo com uma cara de demonstrava todo o seu desgosto, e seus gestos confirmavam que o ultimo lugar que ela desejava estar era ali, mas que por algum bom motivo, ela não tinha escolha.

Chegou a sua vez e Lizzy realizou os saltos com perfeição e recebendo vários elogios da professora. Caroline a olhava de cima abaixo com todo o desprezo que pode reunir. Lizzy apenas sorriu cínica e lhe deu um tchau debochado ao final da aula.

************************

- Você viu como ela fez o último salto? Parecia uma gazela de perna quebrada...

Isabel ria ao relembrar os últimos saltos de Caroline. Lizzy forçava-se a não falar do modo de como as outras pessoas dançassem, mas concordava interiormente com a amiga. Repreendeu-a entre risos e seguiram para a aula seguinte, onde Caroline já estava com toda a sua pose e afetação.

********************

A semana passou rápido e logo era segunda-feira, seu primeiro dia de ensaio.
Lizzy acordou cedo e foi para a academia de ônibus, já que Jane ainda dormia e chegaria um pouco mais tarde.

Por coincidência, Oliver e Lizzy chegaram ao mesmo tempo e dirigiram-se para a sala vazia que ela havia reservado. Alongaram-se enquanto ouviam a música. Lizzy a adorou, e logo começou a mostrar a Oliver uns passos que havia imaginado e começaram assim a criar a coreografia.

As horas passaram e eles tiveram que interromper o ensaio. Combinaram de se encontrar novamente no dia seguinte e continuar com a dança.

****************************
As horas pareciam se arrastar para Lizzy. Ela estava extremamente ansiosa para começar sua coreografia solo e não parava de lançar olhares de soslaio para o relógio.

Isabel tentava acalmá-la de todas as formas, mas não obtinha muito sucesso. Lizzy estava uma pilha, e quando ela ficava uma pilha, permanecia uma pilha.

Finalmente o sinal bateu e Lizzy esperou ansiosa que todas esvaziassem a sala. Sala vazia, colocou o cd no aparelho de som e deixou a música rolar enquanto tentava algumas seqüências.

Amanda
http://www.youtube.com/watch?v=reAIwuc0Qeg&feature=related
(Game of love- Michelle Blanch)

Começou contando os oitos da música e fazendo passos simples como piruetas* e battement.

Logo foi incrementando com movimentos de cabeça e braços enquanto adaptava e fazia a contagem.

O tempo passou rápido e Lizzy nem percebeu quando caiu a noite, não sendo incomodada por causa da luz do luar que entrava pelas grandes janelas de vidro da academia. Deixou assim, a lua sempre que era uma boa fonte de inspiração.

Lizzy terminou a noite satisfeita com seu trabalho. Conseguiu criar as seqüências iniciais e imaginar basicamente como seriam as próximas.

Lizzy tirou cuidadosamente o cd do aparelho e guardou na pequena caixinha. Mas parou na metade do caminho ao sentir que a fitavam.

“ Que idéia Lizzy, você está sozinha aqui... só há o porteiro na entrada... você está imaginando coisas...”
Ela poderia jurar que vira um par de olhos azuis a espiando por detrás de uma coluna da sala.

Balançou a cabeça para afastar algumas idéias estranhas que lhe vieram à cabeça e olhou de relance pela sala. Vazia como devia estar. Sorriu internamente e saiu da sala, encostando a porta e indo para a casa.

***************************
Chegou em casa e todas já estavam dormindo. Entrou com passos leves na cozinha, serviu um copo de leite e foi para o quarto dormir e sonhar com um certo par de olhos azuis que insistiam em aparecer em seus sonhos desde aquela noite no baile...

“ E eu nem sei o telefone dele...e conversamos tanto...”

Foi a última coisa que Lizzy pensou antes de finalmente cair no sono e descansar sonhando com aqueles olhos azuis e seu dono.


***********************************
Pirouette - Rodopiar ou girar rapidamente. Uma volta completa do corpo sobre um pé em demi-pointe ou pointe, sendo conseguida a força impulsora pela combinação de um plié com movimento de cabeça (spotting).

Nenhum comentário:

Postar um comentário