segunda-feira, setembro 27, 2010

No Caminho da Dança, cap. III

-Com energia! Um, dois, três quatro... Salta! Sete oito...

A voz forte e retumbante da professora Maila ecoava pela sala da imponente academia de artes. Lizzy e Bel conversavam em um canto da sala, esperando que o grupo que passava a coreografia terminasse para que fosse a sua vez.

- Bel, ontem tive que voltar aqui, tarde da noite, para procurar a chave. Quase morri de susto quando vi um homem – lindo por sinal – entrando no vestiário feminino.

- O que você fez, dona Elizabeth Bennet?

Lizzy sorriu fingindo estar envergonhada e juntou as pontas dos dedos e começou a brincar.

- Você o agarrou?

Lizzy começou a rir e usou as mãos para abafar os risos. Bel lhe lançou um olhar curioso e confessou a amiga.

- É claro que não o agarrei! Tentei me esconder, mas ele me achou.

- Daí ele te agarrou e deu um beijo de cinema.

- Não! Nós conversamos e eu fui embora. Foi só isso. E pare com esses pensamentos! Não deixo qualquer um me agarrar!

- Mas você está corada, e teve vontade de beijá-lo sim!

-Não fale sandices. E pare com essa mania de “agarrou”. Não saio agarrando as pessoas por ai.

Bel começou a rir, o que deixou Lizzy levemente irritada. O grupo que dançava acabou e foi a vez do outro grupo dançar.

http://www.youtube.com/watch?v=Vb87-hqfHcE
(o interessante é a musica.)

- Muito bom! Até semana que vem!

Os alunos se dispersaram e Bel e Lizzy seguiram caminhando para o vestiário enquanto conversavam sobre pequenos assuntos.

Lizzy havia terminado de secar os cabelos recém lavados quando Bel saiu do boxe que tomava banho.

- Sabe de uma coisa que me esqueci? O baile anual da instituição é daqui uma semana.

Lizzy guardou a escova de cabelo na bolsa e encarou a amiga.



- Você não está querendo que eu vá, está?

Bel fitou incrédula a amiga enquanto se vestia.

- Você não tem vontade de se divertir?

- É claro que eu tenho!

- Então você estará lá, no próximo sábado. No salão de exposições da instituição, sem mais nenhum ai!

- Eu não vou!

Lizzy pegou a bolsa e ia saindo do vestiário quando Bel a chamou.

- Então faremos uma aposta. Se eu tomar coragem e falar com o Thomas até essa sexta você vai. Se eu não o fizer...

- Você não vai ao baile.

Completou sorrindo em desafio com a amiga. Bel sorriu, sentindo-se vitoriosa. Lizzy sabia, o que Bel mais gostava era uma boa festa e com certeza não ia querer perder aquela.

- Feito. E é bom você ir escolhendo um vestido bem bonito. Quero ter ver arrasando quarteirões.

Lizzy deu língua para a amiga e saiu à procura da irmã, que já a esperava nos armários.

- Lizzy! Pensei que já tivesse ido embora!

- Não me culpe Jane! Isabel que me atrasa. Acredita que ela quase me obrigou a fazer uma aposta?

- Lizzy, tenho certeza que você aceitou. Não agüenta ter seu orgulho desafiado.

Lizzy fez cara de ofendida e retrucou, repreendendo-se por ser tão óbvia.

- Não é por causa do meu orgulho! E mesmo assim, tenho certeza que não irei perder! Ela nunca vai ter coragem para falar com Thomas! – pelo menos eu espero.

- Agora, conte-me essa história direito.

Lizzy contou a historia da aposta enquanto faziam o pequeno trajeto até em casa..



Luciene e Charlotte estavam em casa. Era seu horário de almoço, e resolveram preparar juntas o almoço, em comemoração.

- Nossa! Que casa arrumada! O que fizeram com as antigas moradoras?

Lizzy perguntou enquanto examinava a sala perfeitamente arrumada. Charlotte e Luciene sorriram enquanto colocavam a grande travessa de ravióli na mesa. Jane e Lizzy se sentaram e começaram a comer.

- Oh, estamos tão feliz! Lembram que eu e Lu nos escrevemos no programa de treinamento para a gerencia do departamento de moda?

- Como poderíamos esquecer, cara Charlotte? Você falou nisso durante um mês inteiro!

Lizzy respondeu enquanto se servia de uma porção generosa da comida. Charlotte apenas sorriu. Estava feliz demais para importar-se com as implicâncias de sua amiga.

- Então, nós, eu e Charlotte, conseguimos! Vamos gerenciar as novas filiais!

- Meus parabéns!

Congratulou Jane enquanto abraçava carinhosamente as amigas.

- Um brinde as mais novas gerentes de Londres!

Brindaram com as taças de champagne servidas por Lizzy.

- Bem, já que vocês tem o resto da tarde livre, por que não vamos ao shopping e compramos roupas novas? Gerentes precisam se vestir adequadamente!

Todas concordaram com a idéia de Lizzy. Após o almoço, arrumaram-se e partiram em direção ao shopping, onde fizeram novas compras e revolucionaram o guarda-roupa das amigas.

Na saída, quando passavam por uma loja de artigos de festa, Lizzy deparou-se com um vestido maravilhoso.

“ Se eu perder a aposta, terei que dar um pulinnho aqui e comprar este vestido...”

Nenhum comentário:

Postar um comentário