domingo, janeiro 16, 2011

Capítulo XXII


Capítulo XXII

- Eu não agüento mais esperar! – Charlotte falou levantando-se de um salto da cadeira onde Richard a mantivera sentada pelos longos e suados...cinco minutos.

Desde que Lizzy fora trancada naquela espécie de camarin, Charlotte mostrava-se mais nervosa do que o normal, e mais parecia uma noiva no grande dia.

- Acalme-se, Charlotte, tenho certeza que Lizzy e o vestido estarão fantásticos. – Alicia tentou tranqüilizá-la de sua mesa improvisada enquanto olhava umas fotos que já haviam sido tiradas para o catálogo.

Sebastian apenas ria enquanto arrumava os equipamentos. Um silencia caiu sobre eles e Charlotte começou a sentir-se mais nervosa do que jamais imaginou que pudesse se sentir. A porta do quarto ao final do corredor se abriu revelando um Paulo cansado, mas com um sorriso vitorioso.

- Finalmente terminamos. – ele falou sendo seguido por Lílian. – Não foi fácil. Elizabeth tem umas curvas muito singulares. – explicou com um sorriso para Charlotte.

- O vestido ficou maravilhoso. Charlotte, meus parabéns! – Lílian falou dando passagem para Lizzy, que ainda mirava-se no espelho com um sorriso bobo, e ao ver que todas a olhavam, Lizzy corou e caminhou até a sala de fotografia.

- E ai? – ela perguntou estalando os dedos. – O que acharam. – ela perguntou olhando para baixo a admirando o vestido.

- Perfeita. – Alicia falou levantando-se e caminhando para perto de Lizzy.

- Venha. – Sebastian chamou já posto ao lado da câmera. – Vamos começar com umas fotos simples...

Sebastian começou a explicar tudo sobre a sessão que fariam e tentou tranqüilizar Lizzy quanto ao trabalho o máximo possível. Charlotte tranqüilizou-se aos poucos ao ver como a sessão evoluía e não pode retirar o sorriso enorme que estampava seu rosto.

Ao final do dia, logo ao terminar a sessão de fotos, ficaram conversando um pouco enquanto as fotos passavam para o computador. Como haviam ficado boas e já era tarde, Charlotte e Lizzy resolveram voltar para casa.

- Char, eu vou indo para o carro, tudo bem? – Lizzy perguntou depois de arrumar suas coisas e sentir uma forte dor de cabeça latejando dentro de sua cabeça, como se seu cérebro estivesse muito inchado.

- Tudo bem, Lizzy, eu já vou. – Char falou sorrindo e pegando suas coisas de cima da mesa .

- Vou acompanhá-la, Lizzy! – Alicia falou também pegando suas coisas e acenando para Sebastian.

Lizzy despediu-se de todos com um aceno e saiu em direção ao ar da noite. Charlotte virou-se para Sebastian na intenção de se despedir, mas levou um susto ao constatar que ele estava bem perto dela.

- Eu... acho... que eu vou para o carro. – Charlotte falou tentando desviar os olhos dos dele, mas não conseguiu.

- Fica mais um pouco. – ele pediu roçando seu nariz no dela, fazendo com que os pelos na nunca de Charlotte se arrepia-se.

- A Lizzy está me esperando. – Char murmurou tentando não cair na tentação e agarrar Sebastian.

- Ela está com Alicia. Não vai sentir a sua falta por muito tempo. – ele murmurou começando a depositar leves beijos no pescoço de Charlotte.

- Isso é tortura. – Charlotte murmurou arranhando levemente as costas de Sebastian e tremendo sob seu toque quente e sedutor.

Sebastian foi subindo os beijos até alcançar os lábios. Primeiramente foi um beijo calma e lento, cada um aproveitando o contato com o corpo do outro, e depois aprofundou-se, tomando um ritmo mais intenso

Charlotte foi separando-se lentamente, sentindo cada músculo, cadê célula de seu corpo reclamar com a quebra de contato. Ela abriu os olhos lentamente e sorriu.

- Eu tenho que ir agora. – e aproveitando o estado de semitorpor de Sebastian, pegou sua mesa e seguiu em direção a porta.

Janta comigo amanhã? – Sebastian perguntou encostado em sua mesa antes que Charlotte alcançasse a porta que estava entreaberta.

- Me pegue às oito. – ela respondeu antes de abrir a porta e ser engolida pela noite.

Charlotte caminhou até o carro com um enorme sorriso e quando entrou no lado do motorista encontrou Lizzy com a cabeça recostada no encosto de olhos cansados.

- Por que esse sorriso bobo não abandona seu rosto? – Lizzy perguntou abrindo os olhos e a encarando.

- Que sorriso? – Char tentou disfarçar enquanto girava a chave e ligava o carro.

- Esse que está estampado no seu rosto desde a entrada do estúdio. – Lizzy rebateu desencostando-se e ligando o rádio.

Uns acordes muito familiares começaram a tocar, e as duas trocaram olhares muito significativos.

http://www.youtube.com/watch?v=I9ERZTQQ0vM
( a música do rádio)

Terminaram de cantar e começaram a rir juntas enquanto Lizzy diminuía o som que começava a tocar uma nova música.

- Todas as mulheres do mundo deviam saber a letra dessa música. – Charlotte falou enquanto fazia a curva.

- Deviam mesmo... mas não pense que vai fugir, senhorita Lucas. Esse seu sorriso “ eu-tenho-trinte e dois –dentes-bem-branquinhos-e-brilahntes” tem que ter uma explicação.

- Ora Lizzy. Estou feliz pela sessão ter dado certo. E só. – falou sem olhar para a amiga e repentinamente ficando muito concentrada na direção.

- É claro que sim! – Lizzy falou irônica. – e o Darcy não beija bem... – completou encarando a amiga que corou ao ouvir o comentário de Lizzy.

- Deixe de ser debochada! Pelo seu ar de feliz ontem a noite me pareceu que ele beija muito bem! – Charlotte comentou maliciosa. – e que ele também faz outras coisas muitíssimo bem. – completou rindo.

- Mas isso não vem ao caso. – Lizzy replicou colocando os pés em cima do banco. – eu sei que bicho te mordeu, e sei que o nome dele começa com Sebastian e termina com Donavon.

- Eu não consigo esconder nada, não é? – Char perguntou derrotada e estacionando o carro quando chegaram ao prédio.

- Não, não pode. E agora você vai me contar tudo. – Lizzy praticamente ordenou enquanto chamava o elevador.

- Tudo bem! Eu estava pegando as minhas coisas... – e Charlotte começou a narraf todo o acontecido.

***********************

Nenhum comentário:

Postar um comentário